Fez

Descrição

Com mais de 1.200 anos de histórica, a cidade de Fez é considerada a capital artística, religiosa e cultural do Marrocos. Idealizada por Idris 1º, fundador da primeira dinastia imperial do Marrocos, o local tem uma das "medinas" (centros históricos) mais interessantes e frenéticos do norte da África: espalhada por uma área de 350 hectares, a "medina" de Fez abriga nada menos que 170 mil habitantes, 25 mil casas, 250 mesquitas e milhares de estabelecimentos comerciais, tudo amontoado em quase 10 mil apertadas vielas.


Lá o exotismo toma conta de um cenário único, cheio de ruelas labirínticas. Há souqs (os mercados) dedicados para cada atividade: roupas, cerâmicas, tapeçarias, artesanato, alimentação... Mas, quase lado a lado, podem conviver um pedaço enorme de carne de carneiro pendurada em ganchos com belas e delicadas pashminas coloridas. Outra curiosidade do local são os curtumes. Lojas e moradores chamam o visitante para subir nos terraços e acompanhar o trabalho dos funcionários tingindo o couro.


Também em El-Bali está a Mesquita de Karaouine, fundada no ano de 859, e também a universidade de mesmo nome, que reivindica o título de a mais antiga do mundo. Infelizmente, o interior fica vetado aos não-muçulmanos. Na parte nova de Fez, restaurantes, cafés e bares ficam lotados no verão, mas seu público é predominantemente masculino. Por seguir os costumes islâmicos, que proíbe bebida alcoólica, os homens tomam chá, café, água e refrigerante enquanto papeiam fumando narguilé num calor de 40 graus.

Passeios:
- Medina de Fez
- É a parte velha da cidade, que foi fundada no século IX, e tinha a universidade mais antiga do mundo! Fez alcançou o seu apogeu nos séculos XIII e XIV, sob a dinastia dos Marinid, quando era a capital do reino de Marrocos, substituido por Marrakech. Os monumentos principais, as escolas, as pousadas para as caravanas de camelos que vinham do deserto e transportavam prata e especiarias, os funduks, os palácios, as mesquitas, as fontes, são quase tudo desta época. A capital política de Marrocos transferiu-se para Rabat em 1912, mas Fez continua a ser um centro cultural e espiritual muito importante. Está inscrita na lista de Património mundial da Humanidade desde 1981, e ainda que tenha crescido, com uma parte nova da cidade, a medina continua animada, agitada, como na idade média. A mesquita é um centro religioso muito importante. Os marroquinos chegam desde longe em peregrinações à mesquita. É uma pena para quem não é muçulmano, porque não se pode entrar nem visitar. As pessoas dizem que é uma autêntica jóia por dentro. Pdemos ver as madraças, que eram as escolas muçulmanas, onde se formavam os religiosos e se aprendia o Corão, para ver um exemplo de arquitectura religiosa.

- Royal Palace
É um dos palácios maiores e antigos de Marrocos, foi construído no século XIV, também recebe o nome de Dar O Makhzen. Devido a seu grande tamanho (80 hectares), foi construído fora da antiga Medina, então depois sua construção surgiu uma nova medina para abastecer o Palácio, chamado Fes el-Jdid, nas proximidades está em Mellah ou bairro judeu. A visita não está permitida, tudo o que você pode ver e fotografia é uma esplanada, na qual estão portas muito grandes e lindas portas de bronze, moldadas com azulejos de cerâmicas nos que predominam a cor azul de Fez e verde do Islã. São 7 portas de tamanhos diferentes que representam os 7 dias da semana e os 7 níveis da monarquia.

- Mesquita Akhawayn
Nas profundezas da Medina fica o cérebro: A partir do século IX, a mesquita aljama Qarawiyin é a mais importante de Fez, e talvez também a primeira universidade do mundo. Tem uma das mais importantes bibliotecas do Islã, e contou com dezenas de cátedras. Cada alim ou mestre está rodeado de seus Talib ou alunos em torno ao seu pilar da sala de oração, para ensinar a lei, linguagem, gramática, matemática, medicina e astronomia. Os não-muçulmanos não podem visitá-la, por agora, uma pena, porque seu pátio de abluções é o mais bonito de Marrocos.

Restaurantes:
- Mezzanine
Um restaurante moderno, com três andares. No piso térreo há um balcão para tomar algo, se você tiver que esperar a sua vez. Na primeira, há uma sala de estar bem decorada eo na segunda um terraço desde onde se pode ver a muralha da Medina. Está muito perto da Praça Boylud. Boa relação qualidade/preço e o serviço é muito competente.

- Restaurante Al Fassia
Ele está situado em plena Medina de Fez. É um dos mais conhecidos ou mais bem turístico da cidade, nele oferecem jantar com espetáculos. Comida típica marroquina. Na entrada há primeiro um pátio, mas depois que passas está o restaurante, decorado com belas colunas de cerâmica.

 

Entre em contato

Estamos prontos para lhe oferecer as melhores experiências de viagens.

Caso necessite de mais informações entre em contato pelo botão abaixo.

SOLICITAR ORÇAMENTO